CelebridadesColuna SocialEntretenimentoFilmesMúsicaPais e FilhosBicho Animal
Globo Filmes

Oscar 2021: Brasil escolhe Babenco de Bárbara Paz

Críticas e curiosidades de Babenco - Alguém tem que ouvir o coração e dizer: Parou; vale a pena assistir?

Por Ana Carolina, publicado em 18/11/2020 e atualizado hoje.

'Babenco: Alguém tem que ouvir o coração e dizer: parou' (2019) foi o filme do cinema nacional escolhido para representar o Brasil no Oscar 2021. O filme é dirigido por Bárbara Paz, que foi esposa do cineasta Hector Babenco. O documentário foi premiado no Festival de Veneza de 2019 (Leão de Ouro) e no Festival de Viña Del Mar no Chile. Em entrevista no Jornal Hoje, na Rede Globo, a diretora e atriz Bárbara Paz falou sobre a escolha do filme para o Oscar 2021.

'Estou muito emocionada porque o Hector merecia muito. Estou vendo o sorriso dele aqui na minha frente', declarou para a Globo.

Hector Babenco é natural da Argentina. Nasceu em 1946. Ele se naturalizou brasileiro e nos deixou em 2016. Foi indicado ao Oscar com o filme 'O beijo da mulher aranha', de 1985. Sobre filmes brasileiros que concorriam ao Oscar, tivemos 'Alice Junior', de Gil Baroni; 'Aos olhos de Ernesto', de Ana Luíza Azevedo, 'Marighella', de Wagner Moura; 'Pacarrete', de Allan Deberton; entre outros filmes.

Críticas Babenco - Alguém tem que ouvir o coração e dizer: Parou

“Eu já vivi minha morte, agora só falta fazer um filme sobre ela” – disse o cineasta Hector Babenco a Bárbara Paz, ao perceber que não lhe restava muito tempo de vida. Ela aceitou a missão e realizou o último desejo do companheiro: ser protagonista de sua própria morte. Nesta imersão amorosa na vida do cineasta, ele se desnuda, consciente, em situações íntimas e dolorosas. Revela medos e ansiedades, mas também memórias, reflexões e fabulações, num confronto entre vigor intelectual e fragilidade física que marcou sua vida. Do primeiro câncer, aos 38 até a morte, aos 70 anos, Babenco fez do cinema remédio e alimento para continuar vivendo. Tell me when I die é o primeiro filme de Bárbara Paz mas, também, de certa forma, a última obra de Hector - um filme sobre filmar para não morrer jamais.

As críticas são só elogios ao filme. O documentário é uma produção HB Filmes e produzido por Bárbara Paz. A coprodução é da Gullane, Ava Filmes, Lusco Fusco, Globo Filmes, GloboNews e Canal Brasil. No elenco estão Hector Babenco, Willem Dafoe e Bárbara Paz.

'A mente brilhante de Hector é destacada neste documentário. Temos a humanização de um personagem histórico do cinema mundial. O filme é humano e sensível', elogiou a crítica.

Assista acima ao trailer do filme no YouTube. Neste artigo também mostramos fotos e cenas do documentário em preto e branco. Vale a pena assistir Babenco. Sempre!

Compartilhe com um amigo!

Publicado Por Ana Carolina
Apaixonada por criar conteúdo na área de entretenimento e pesquisar histórias de vida inspiradoras, Carol Oliveira é assessora de comunicação de cantores famosos e especialista na área de redes sociais. A repórter de OsPaparazzi adora aprender com as personalidades que entrevista.
Comentários