CelebridadesColuna SocialEntretenimentoFilmesMúsicaPais e FilhosBicho Animal
Central Brasil

Cinema nacional: Veja dicas de filmes brasileiros

OsPaparazzi reúne catálogo do cinema nacional com filmes clássicos e os lançamentos; quais são os melhores filmes brasileiros?

Da Redação, publicado em 17/08/2020 e atualizado hoje.

Acompanhe a seguir um catálogo especial com filmes brasileiros que se destacam com público e crítica. O acervo OsPaparazzi do cinema nacional tem filmes clássicos e filmes novos, como lançamentos de Netflix, Amazon Prime, Canal Brasil, entre outros. Temos desde O Pagador de Promessas até filmes de youtubers, como Amiga do Inimigo.

Prestigie o cinema nacional navegando pelo catálogo de filmes brasileiros abaixo. Se você está procurando por dicas de filmes para assistir, nós temos muitas dicas. Mas para isso é preciso relembrar a história do cinema nacional no Oscar.

Últimos filmes nacionais

Filme Eduardo e Mônica: veja críticas e prêmios

Longa-metragem do cinema nacional tem direção de René Sampaio; em 2020, conquistou prêmio em festival de cinema no Canadá

Assista à série 22, com Dfideliz e Mascarenhas

Com direção e roteiro de Plinio Scambora, série mostra São Paulo em 2022 com Brasil ainda contra pandemia

Fabricio Boliveira comenta filme Breve Miragem de Sol

Cinema nacional prepara lançamento do longa, com direção de Eryk Rocha; veja trailer, críticas e saiba como assistir

Assisti Amiga do Inimigo, o filme da Viih Tube

Leia crítica do primeiro filme da carreira de Viih Tube, disponível para assistir na Netflix. Mistério do Anônimo do Recanto

Dicas de filmes brasileiros com o Oscar

O Oscar, maior prêmio do cinema organizado pela Academy Awards, é a Copa do Mundo dos Filmes. Mas qual é o papel da seleção brasileira nas telonas, hein?

Abaixo você já confere lista com os 7 filmes brasileiros que bateram na trave na Academia.

1 - O Brasil nunca conquistou um troféu do Oscar (reportagem atualizada em 2020). Mas já bateu na trave. A primeira tentativa foi com O Pagador de Promessas, com direção de Anselmo Duarte, filme de 1963. Foi indicado ao prêmio de Melhor Filme Estrangeiro. E ficou no quase. 'O Pagador de Promessas' é o único filme brasileiro a conquistar uma Palma de Ouro no Festival de Cannes, tradicional evento realizado na França.

2 - Mas não é verdade que o filme 'Orfeu Negro' ganhou o Oscar para o Brasil? Não. Na verdade, em 1960 o filme levou o troféu, mas quem ganhou os créditos foi a França. Trata-se de um longa-metragem com direção francesa, produção italiana e baseada em um roteiro com colaboração brasileira (a peça teatral Orfeu da Conceição, Vinicius de Moraes ao lado de Tom Jobim na trilha-sonora). Então não podemos considerar um título para o Brasil, certo? Anos depois o Brasil produziu o filme Orfeu, inspirado no clássico de 59.

3 - 'Kiss of the Spider Woman' (O Beijo da Mulher-Aranha), filme de 1985, também foi indicado. Mas trata-se de uma produção norte-americana em parceria com o Brasil. O cineasta Hector Babenco (Carandiru), argentino naturalizado brasileiro, era o diretor. Mas também não levou. O ator norte-americano William Hurt ganhou um troféu no Oscar, mas também não contabilizado ao Brasil.

4 e 5 - A tentativa seguinte foi com o filme O Quatrilho, de Fábio Barreto, em 1994. Na trave. O Que É Isso, Companheiro?, de Bruno Barreto, foi o concorrente de 1998. Também indicado e derrotado. Fábio Barreto e o filho Bruno Barreto são um dos cineastas mais prestigiados do país após chegarem a concorrer na festa do Oscar.

Fernanda Montenegro e Nathalia Timberg em bastidor da Rede GloboFoto: GShow/ Rede Globo

6 - Central do Brasil veio em 1999 com Walter Salles na direção. Pela primeira vez o Brasil foi indicado a uma categoria de atuação no Oscar. A atriz Fernanda Montenegro concorria ao troféu de Melhor Atriz. Mas nem Walter Salles, nem Fernanda. O Brasil bateu na trave.

7 - Cidade de Deus, de Fernando Meirelles, apresentou a favela brasileira ao mundo em 2002. Cidade de Deus recebeu quatro indicações ao Oscar. Mas perdeu em todas. Foi o longa precursor da série de filmes semelhantes relacionados à favela que chegariam depois às telonas do país.

Por que o Brasil nunca ganhou um Oscar?

'O cinema nacional é muito cíclico. Não há constância. Você tem bons filmes, em épocas distantes, mas não consegue uma produção mais regular de bons nomes. Sim, tivemos gênios como Glauber Rocha, produções geniais como 'O Pagador de Promessas', que ganhou a Palma de Ouro no Festival de Cannes, mas nunca uma regularidade de filmes premiados, batendo na trave em competições internacionais. Pornochanchadas, filmes favelas, enfim, hoje o momento é o das comédias românticas, que vendem muitos ingressos nos cinemas, mas ainda é pouco', analisou o crítico William Montes.

Filmes brasileiros que não foram indicados ao troféu Melhor Filme Estrangeiro

Nessa lista, entre os destaques temos Bye Bye Brasil, de Cacá Diegues, Deus e o Diabo na Terra do Sol, de Glauber Rocha, Eu Tu Eles, de Andrucha Waddington, Carandiru, de Hector Babenco, Dois Filhos de Francisco, de Breno Silveira, Tropa de Elite 2, de José Padilha, O Palhaço, de Selton Mello, O Som ao Redor, de Kleber Mendonça Filho, e Hoje Eu Quero Voltar Sozinho, de Daniel Ribeiro.

Filmes brasileiros no Oscar 2021

O filme Bacurau, de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, tinha grande torcida para concorrer ao prêmio de Melhor Filme Estrangeiro no Oscar 2021. Mas não entrou na briga. A esperança dos fãs de Bacurau ficou com os prêmios secundários do evento. Mas o longa-metragem de Kleber Mendonça Filho recebeu inúmeros prêmios internacionais. E é uma dica e tanto de cinema nacional.

O filme escolhido para representar o Brasil no Oscar 2021 foi Babenco - Alguém tem que ouvir o coração e dizer: Parou, de Bárbara Paz.

Outras dicas são os filmes Breve Miragem de Sol, com Fabricio Boliveira; Marighella, com direção de Wagner Moura; Três Verões, com Regina Casé como protagonista (após o sucesso de Que Horas Ela Volta?; o documentário Babenco, de Bárbara Paz, contando a biografia de Héctor Babenco (O Beijo da Mulher-Aranha e Carandiru); além de Pedro, filme de Laís Bodansky (Bicho de Sete Cabeças), com Cauã Reymond como protagonista.

Navegue abaixo pelo catálogo de filmes brasileiros. Valorize o cinema nacional!

Compartilhe com um amigo!

Comentários