CelebridadesColuna SocialEntretenimentoFilmesMúsicaPais e FilhosBicho Animal
TV Cultura

Apresentamos a biografia do Boni, pai da TV brasileira

Boni criou o padrão de qualidade da TV Globo. Confira a carreira de José Bonifácio de Oliveira Sobrinho na Wikipédia de OsPaparazzi. Lançou documentário e falou no Conversa com Bial em 2020.

Da Redação, publicado em 14/09/2010 e atualizado hoje.

José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, mais conhecido como Boni, esteve no Roda Viva, da TV Cultura, no dia 14 de setembro de 2020. Apresentamos a seguir a biografia de Boni. E relembramos sua participação no Roda Viva com Marília Gabriela, em 2010, sempre dando uma aula sobre a televisão brasileira. Em 2020 também protagonizou um documentário para contar a sua biografia - 'Boni e a TV no Brasil', com exibições em TV Vanguarda e TV Cultura.

Como homenagem aos 85 anos de José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni, um dos maiores ícones da TV brasileira, a Rede Vanguarda produziu um documentário contando um pouco de sua história. A produção tem participação dos maiores nomes da televisão nacional e dos principais publicitários do país.

Em 11 de dezembro de 2020, Pedro Bial agendou entrevista com Boni no Conversa com Bial, na Rede Globo. Na entrevista com Bial, Boni comentou:

'A novela brasileira conquistou o mundo porque ela era diferente da novela mexicana ou do soap opera americano. É o fato de você passar a conviver com as pessoas como se elas fossem seus amigos, parte de sua família. Novela boa é novela que tem grandes personagens, que você se apaixona ou odeia. E é um gênero extremamente interessante'.

José Bonifácio

José Bonifácio, o Boni, tem quantos filhos?

Além de Boninho, o que fazem os filhos do ex-diretor da Globo? Confira detalhes do entrevistado do Roda Vida desta segunda, dia 14/09

Kelly Maria e Agda Queiroz voltam à TV de Boni

Afiliada da Rede Globo de José Bonifácio Sobrinho comemorou aniversário e reforçou a equipe de apresentadoras

Quem é Diogo Boni

Empresário é filho de José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni; irmão de Boninho do BBB e de Bruno Boni

Fernanda Pontes, da 'família Boni', é a nova apresentadora de afiliada da Rede Globo

Apresentadora da TV Globinho é namorada de Diogo Boni, filho de José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni

Origem da carreira

Boni nasceu em Osasco. A data de nascimento é 30 de novembro de 1935. É considerado o criador do Padrão Globo de Qualidade. Um Pai da televisão brasileira. O início da carreira foi como ajudante de Dias Gomes, quando se mudou para o Rio de Janeiro, com apenas 15 anos de idade. Iniciou na Rádio Clube do Brasil.

Com apenas 17 anos de idade, começou a trabalhar na TV Tupi, como redator. Entrou para a Rede Globo com Walter Clark. Em 1969, já era chefe de Produção e Criação de Conteúdo na Rede Globo.

Trabalhou na Globo de 1967 a 1997, criando junto com Walter Clark o padrão de qualidade que a emissora mantém até hoje.

Filho de Orlando de Oliveira, um dentista que tocava violão e cavaquinho na Rádio Cultura de São Paulo, e sobrinho de Hermínio, integrante do conjunto Quatro Ases e um Curinga, desde garoto Boni freqüentava estúdios de emissoras de rádio.

O executivo permaneceu na função até 1997. Permaneceu, então, como consultor da emissora até 2001. Desde 2003, é sócio, com seus quatro filhos, da TV Vanguarda, afiliada da Rede Globo no interior de São Paulo.

Entrevista Roda Viva

Começamos com o vídeo abaixo, com a entrevista de 2020. Zeca Camargo e Maria Adelaide do Amaral estavam entre os entrevistados.

Em 2010 a entrevista foi com o comando da jornalista Marília Gabriela. Boni deu uma aula de televisão...

Boni cobrou mudança na televisão. Pediu mais ousadia, mais qualidade. E citou como exemplo a qualidade das séries da TV americana, como Mad Men. O mestre da TV também falou sobre a TV Vanguarda, afiliada da Rede Globo no Vale do Paraíba, que é comandada por ele. Bonifácio confessou ser apaixonado pela TV Regional, que está mais próxima do telespectador. Mas não descartou o sonho de voltar a comandar uma grande TV no Brasil: 'seria uma TV voltada para o jornalismo, 24 horas por dia', revelou.

E em meio à confusão criada por seus entrevistadores, Boni seguia deixando mensagens que merecem registro. Sobre reality shows que no Brasil tem como maior destaque o 'Big Brother', comandado por seu filho, Boninho, ele disse:

“É uma coisa horrorosa, um texto feito pelo candidato imbecil que vai ao programa falar asneiras. Prefiro o texto do Dias Gomes ou do Jorge Amado. O reality show é uma grande mentira, porque não conheço ninguém que viva 3 meses trancado numa casa. Acaba real porque tem o diálogo”.

Ele criou o padrão de qualidade da TV Globo

José Bonifácio de Oliveira Sobrinho é considerado o 'pai da TV brasileira'. Começou trabalhando na TV Rio, depois na TV Excelsior e então na TV Tupi. Já em 1967, ocupava a chefia da direção de programação e produção da TV Globo. Foi a oportunidade de criar uma rede nacional de televisão. A Rede Globo! A ideia da rede seria viabilizada em 1969, quando a Embratel inaugurou o seu sistema de micro-ondas. O marco efetivo do início da rede foi a estreia, em setembro daquele ano, do Jornal Nacional, primeiro programa regular transmitido ao vivo para todo o país.

Fotos de Boni durante a carreira; veja abaixo detalhes do doc do BoniFoto: Reprodução/ Documentário Boni TV & Amigos

Ao lado de Walter Clark, Boni concebeu o formato básico da programação da TV Globo até hoje, com a grade do horário nobre formada por três novelas, o Jornal Nacional entre a segunda e a terceira, e uma atração especial a seguir. Boni promoveu também importantes mudanças na área artística da TV Globo. Foi ele que concluiu ser imprescindível mudar os rumos da teledramaturgia da emissora, ainda presa ao gênero capa-e-espada, ao perceber o filão que havia sido aberto com o sucesso da novela 'Beto Rockfeller', exibida em 1968 na TV Tupi, com direção de Walter Avancini e Lima Duarte. Com o aval de Walter Clark, apostou em uma dramaturgia mais realista que retratava o cotidiano brasileiro contemporâneo, tendo sido responsável pela entrada de Daniel Filho, Dias Gomes e Janete Clair na Rede Globo.

Em 1980, Roberto Irineu Marinho já ocupava a vice-presidência da Rede Globo, e Boni assumiu a vice-presidência de operações da emissora, função que exerceu até 1997, quando foi substituído por Marluce Dias da Silva. Permaneceu, então, como consultor da emissora até 2001. Desde 2003, é sócio, com seus quatro filhos, da TV Vanguarda, afiliada da TV Globo no Vale do Paraíba, Litoral Norte, Serra da Mantiqueira e Região Bragantina.

Vida pessoal, casamento, filhos

Boni é casado com Lou de Oliveira desde 1984. Antes, foi casado com Regina Boni. E também teve relacionamento com Laís Simões.

Na família Boni são quatro filhos. O filho mais famoso é José Bonifácio Brasil de Oliveira, o J.B. Oliveira, o Boninho, diretor do BBB da Globo e de outros tantos programas. Boninho é casado com Ana Furtado desde 1999. Já foi casado com Narcisa Tamborindeguy e com Kátia D'Ávila.

Gigi Boni é a única filha. Apresentada pelo pai como uma 'grande educadora'. Gigi também é filha de Regina, do primeiro casamento.

Diogo Boni é filho de Laís Simões. Diogo é casado com Fernanda Pontes e vive nos Estados Unidos. Empresário da área de Comunicação, fundou a agência DB4 e criou projetos como Flamengo TV, Corinthians TV, além de BlogLog.

O filho caçula é Bruno Boni, filho de Lou de Oliveira. Bruno Boni já trabalhou na área de meio ambiente e ecologia, com o Instituto Eco Amazônia. É especializado na área de finanças. Atua na empresa Eleven Financial Research desde setembro de 2019. Vive em Nova York, nos EUA.

Documentário Boni na TV Vanguarda. Boni e a TV no Brasil

O documentário 'Boni e a TV no Brasil', produção da TV Vanguarda, teve negociações para exibições em streaming, como Globoplay, e também na TV Cultura. Como assistir ao documentário de Boni? Fique ligado na programação da Vanguarda e também nas negociações com o streaming.

Na lista de entrevistados do documentário temos Fernanda Montenegro, Lima Duarte, Fausto Silva - Faustão, Roberto Carlos, Galvão Bueno, Glória Maria, Cid Moreira, Antônio Fagundes, Suzana Vieira, Christiane Torloni, Tony Ramos, Jô Soares, Gilberto Braga, Maria Adelaide Amaral, Washington Olivetto, Nizan Guanaes, Renato Aragão, João Carlos Martins, entre outras estrelas.

O documentário da biografia do Boni foi gravado entre 2019 e 2020. Na reportagem do documentário está Elisa Veeck. Com narração de Rogério Correa. A data de exibição na Rede Vanguarda foi agendada para 26 dezembro de 2020, sábado, logo após o Jornal Hoje. O doc tem duração de uma hora.

Maurício Stycer, colunista do UOL, fez críticas ao documentário de Boni. Principalmente pela exibição na TV Cultura.

'Boni é chamado de 'gênio' em quase uma dezena de depoimentos. É um excesso de bajulação constrangedor. Pelo que fez na Globo, concordo que seja o mais importante executivo da TV brasileira. Mas o excesso de elogios reiterados numa sequência de falas gravadas resulta em propaganda de má qualidade. Mais estranho ainda é ver próprio Boni anunciando os temas do programa. Como se fosse o narrador, ele lê no teleprompter as 'cabeças' que vão orientar os depoimentos - sobre novelas, jornalismo, negócios etc. Ou seja, passa a impressão que é uma homenagem comandada pelo homenageado', diz a crítica de Stycer.

Compartilhe com um amigo!

Comentários